Seguidores

Publicações Recentes

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Um Paradoxo: Se o Hubble Fotografou o Big-Bang, as Nossas Constelações Viajam a Velocidades Superiores à Velocidade da Luz; Ou o Hubble está Fotografando Outras Dimensões da Física Quântica

Part 2: In Portuguese: Search Part 1, in Enghis
Um Paradoxo: Se o Hubble Fotografou o Big-Bang, as Nossas Constelações Viajam a Velocidades Superiores à Velocidade da Luz; Ou o Hubble está Fotografando Outras Dimensões da Física Quântica

Por esses dias, novembro-2010, no Discovery Channel, alguns cientistas repetiram as bases da Física Quântica. Trilhões de Universos, em dimensões paralelas e até mesmo, ocupando o nosso mesmo espaço/tempo.

Talvez isso explicasse um paradoxo. Um pelo qual me aflorou no pensamento há alguns dias.

Se nada existe, que seja mais rápido que a velocidade da luz, como é que o Hubble está tirando fotos do Big-Bang, e do início do universo?

Se somos oriundos do Big-Bang, tanto nós, quanto a Terra e o Sol; e todas as nossas constelações próximas, o que explica estarmos tão distante desses acontecimentos?

Vez que nada existe mais veloz que a velocidade da luz, o que explica estarmos tão longe desses fenômenos ora sendo descobertos pelo Hubble? Tal situação não sugere um paradoxo? Se estamos tão distantes, então estaríamos viajando em velocidade superior à da luz? Nós e o nosso universo?

Estudos demonstram que o sol está expandindo seu tamanho e volume e daqui a 5 bilhões de anos alcançará a órbita de Marte, logo, creio, daqui a 1 bilhão de anos a Terra já estará frita.

A solução seria: Ou migrarmos para gigantescas plataformas espaciais, dirigíveis pelo espaço, na busca de algum planeta similar, ora vagando na imensidão do nosso universo; ou descobrirmos os meios de acesso a essas outras dimensões.

Aquele "acelerador de partículas", entre outras pesquisas, também está realizando essa: a tentativa da comprovação científica da existência de universos paralelos; se seriam alguns poucos, ou, como supõem os cientistas, trilhões infinitos de universos, tanto paralelos, quanto os que ocupam o nosso mesmo espaço-tempo.

Alguns onde Hither venceu a guerra; alguns onde Kennedy não fora assassinado, nem Jonh, nem meu cachorro.

Afinal, esse seria um bom exemplo a explicar estarmos vendo o Big-Bang que originou o universo. Seria um universo paralelo esse que vemos pelo Hublle? Ou o nosso sistema solar e nossas constelações estão todos viajando, no universo, juntos, andando em velocidade superior à velocidade da luz.

Afinal, para aqueles que estão dentro de um ônibus, todos seguem a velocidade daquele ônibus, e embora não estejam se movendo os passageiros, uns em relação ao outros, estão se movendo, em relação àqueles que estão fora do ônibus. Ônibus esse que ora pegamos emprestado para este exemplo.

Creio que esse paradoxo é o que move os cientistas a tentarem agora provar que existem universos paralelos.

Para mim, bastaria que alguém explicasse como a Terra, sendo oriunda dessa grande explosão, como pode estar -- desta explosão, tão distante -- a milhões de anos-luz?

Apenas duas explicações existem a solucionar esse paradoxo: 1: Ou estamos olhando para um universo paralelo; ou 2: Estamos viajando, no espaço cósmico, a velocidades superiores à velocidade da luz? ou ainda a 3: As duas proposições anteriores podem perfeitamente coexistir; pois uma não impede a outra.

by Antero de Andrade Vaz
http://bit.ly/nossosite
http://bit.ly/oursiteweb

http://bit.ly/nossarede
http://bit.ly/ournetwork

http://bit.ly/blogoficial
http://bit.ly/sidewikinews
http://bit.ly/CoisasQueDevemosSaber
http://SmallThingsIknow.blogspot.com

referente a: Robert J. Vanderbei: Sizing Up The Universe: 8 Incredible Pictures Of The Universe (PHOTOS) (ver no Google Sidewiki)

Um Paradoxo: Se o Hubble Fotografou o Big-Bang, as Nossas Constelações Viajam a Velocidades Superiores à Velocidade da Luz; Ou o Hubble está Fotografando Outras Dimensões da Física Quântica

Part 2: In Portuguese: Search Part 1, in Enghis
Um Paradoxo: Se o Hubble Fotografou o Big-Bang, as Nossas Constelações Viajam a Velocidades Superiores à Velocidade da Luz; Ou o Hubble está Fotografando Outras Dimensões da Física Quântica

Por esses dias, novembro-2010, no Discovery Channel, alguns cientistas repetiram as bases da Física Quântica. Trilhões de Universos, em dimensões paralelas e até mesmo, ocupando o nosso mesmo espaço/tempo.

Talvez isso explicasse um paradoxo. Um pelo qual me aflorou no pensamento há alguns dias.

Se nada existe, que seja mais rápido que a velocidade da luz, como é que o Hubble está tirando fotos do Big-Bang, e do início do universo?

Se somos oriundos do Big-Bang, tanto nós, quanto a Terra e o Sol; e todas as nossas constelações próximas, o que explica estarmos tão distante desses acontecimentos?

Vez que nada existe mais veloz que a velocidade da luz, o que explica estarmos tão longe desses fenômenos ora sendo descobertos pelo Hubble? Tal situação não sugere um paradoxo? Se estamos tão distantes, então estaríamos viajando em velocidade superior à da luz? Nós e o nosso universo?

Estudos demonstram que o sol está expandindo seu tamanho e volume e daqui a 5 bilhões de anos alcançará a órbita de Marte, logo, creio, daqui a 1 bilhão de anos a Terra já estará frita.

A solução seria: Ou migrarmos para gigantescas plataformas espaciais, dirigíveis pelo espaço, na busca de algum planeta similar, ora vagando na imensidão do nosso universo; ou descobrirmos os meios de acesso a essas outras dimensões.

Aquele "acelerador de partículas", entre outras pesquisas, também está realizando essa: a tentativa da comprovação científica da existência de universos paralelos; se seriam alguns poucos, ou, como supõem os cientistas, trilhões infinitos de universos, tanto paralelos, quanto os que ocupam o nosso mesmo espaço-tempo.

Alguns onde Hither venceu a guerra; alguns onde Kennedy não fora assassinado, nem Jonh, nem meu cachorro.

Afinal, esse seria um bom exemplo a explicar estarmos vendo o Big-Bang que originou o universo. Seria um universo paralelo esse que vemos pelo Hublle? Ou o nosso sistema solar e nossas constelações estão todos viajando, no universo, juntos, andando em velocidade superior à velocidade da luz.

Afinal, para aqueles que estão dentro de um ônibus, todos seguem a velocidade daquele ônibus, e embora não estejam se movendo os passageiros, uns em relação ao outros, estão se movendo, em relação àqueles que estão fora do ônibus. Ônibus esse que ora pegamos emprestado para este exemplo.

Creio que esse paradoxo é o que move os cientistas a tentarem agora provar que existem universos paralelos.

Para mim, bastaria que alguém explicasse como a Terra, sendo oriunda dessa grande explosão, como pode estar -- desta explosão, tão distante -- a milhões de anos-luz?

Apenas duas explicações existem a solucionar esse paradoxo: 1: Ou estamos olhando para um universo paralelo; ou 2: Estamos viajando, no espaço cósmico, a velocidades superiores à velocidade da luz? ou ainda a 3: As duas proposições anteriores podem perfeitamente coexistir; pois uma não impede a outra.

by Antero Vaz de Andrade

referente a: Robert J. Vanderbei: Sizing Up The Universe: 8 Incredible Pictures Of The Universe (PHOTOS) (ver no Google Sidewiki)

A paradox: If the Hubble photographed the Big Bang, Our Constellations travel at speeds greater than the speed of light; Or is the Hubble Photographing Other Dimensions of Quantum Physics

Part I
These days, November-2010, the Discovery Channel, some scientists have repeated the foundations of Quantum Physics. Trillions of universes, parallel dimensions and even our occupying the same space/time.

Maybe that would explain a paradox. One for which I touched on the thought a few days ago.

If nothing exists that is faster than the speed of light, as is that Hubble is taking pictures of the Big Bang and the beginning of the universe?

If we come to the Big Bang, so we, as Earth and the Sun, and all our constellations nearby, which explains why we are so far these events?

Since there is nothing faster than the speed of light, which explains why we are so far these phenomena now being discovered by the Hubble? This situation does not suggest a paradox? If we are so far apart, then we would be traveling faster than the speed of light? We and our universe?

Studies show that the sun is expanding its size and volume in 5 billion years will reach the orbit of Mars, so I think, in about a billion years the Earth will already be cooked.

The solution would be, or migrated to platforms gigantic spacecraft, airships through space in search of some similar planet, now roaming the vastness of our universe, or discover the means of access to those other dimensions.

That "particle accelerator", among other research, also is conducting this: the attempt of the scientific evidence of the existence of parallel universes, if they would be few, or, as scientists hypothesize, trillions of infinite universes, both parallel and those that even occupy our space-time.

Some where Hither won the war, any where Kennedy was not murdered, nor John Lennon, nor my dog.

After all, this would be a good example to explain that we are seeing the Big Bang that the universe originated. It would be a parallel universe that we see the Hublle? Or our solar system and our constellations are all traveling in the universe together, walking faster than the speed of light.

After all, for those who are in a bus, everyone follows the speed of that bus, and although they are not moving passengers in relation to each other, are moving in relation to those outside the bus. Buses that now that we borrowed for this example.

I believe that this paradox is what drives scientists to try to prove now that there are parallel universes.

For me, enough that someone could explain how Earth and is originated from this huge explosion, as can be - this explosion so far - to millions of light years?

Only two explanations exist to resolve this paradox: 1: Or are we looking at a parallel universe, or 2: We are traveling in outer space at speeds exceeding the speed of light? or the 3: The two previous propositions can perfectly coexist, because one does not preclude the other.

by Antero de Andrade Vaz
http://bit.ly/nossosite
http://bit.ly/oursiteweb

http://bit.ly/nossarede
http://bit.ly/ournetwork

http://bit.ly/blogoficial
http://bit.ly/sidewikinews
http://bit.ly/CoisasQueDevemosSaber
http://SmallThingsIknow.blogspot.com

referente a: Robert J. Vanderbei: Sizing Up The Universe: 8 Incredible Pictures Of The Universe (PHOTOS) (ver no Google Sidewiki)

domingo, 14 de novembro de 2010

Comentário sobre artigo intitulado "A Ingratidão de Lula", por não ter comparecido ao velório de seu algoz Romeu Tuma

Comentário sobre um Artigo que intitulou-se "A Ingratidão de Lula",
por não ter comparecido ao Velório de seu Algoz, Romeo Tuma.


Parece-me sem senso todo o teu escrito.

Desculpe-me adentrar numa conversa contigo, sem nunca sequer ter te conhecido.

Mas é que o absurdo do que escreveu chegou a causar-me asco.

Eu tenho um tio que, entre os muitos cargos policiais que ocupou no tempo da Ditadura, um deles, foi ter sido Diretor do DOPS do Piauí.

DOPS: Departamento de Ordem Pública e Social. Bonito nome. Mas não havia um bandido, nem ladrão, nem assaltante de banco, preso nas suas dependências.

Os presos não haviam cometido crime algum, que não fosse discordar do Regime Militar. E os que não eram torturados e mortos (como por exemplo "O Ingrato Lula") deveriam agradecer por estarem presos? E depois de libertados, deveriam nutrir imensa consideração por um favor ou outro que o carcereiro houvera feito?

Você já foi preso? Espero que não. Mas, e o pior; você já foi preso sem ter cometido crime algum?

Hoje você dirige seu carro por uma avenida. Alguma vez deve ter passado em frente a algum quartel do exército; Ou em frente a alguma praça que tenha um quartel. Nessas ocasiões, você reduziu a velocidade do seu veículo para 20 quilômetros por hora?

Se você tiver dirigido algum carro no tempo da Ditadura (ou estivesse no carro com o seu pai dirigindo) certamente o veículo reduziu a velocidade para 20 quilômetros por hora.

E sabe por que eu sei disso? Por que se o veículo não reduzisse a velocidade para 20 km por hora, o carro era fuzilado. E você, nem seu pai, me parece ser sobrevivente de algum fuzilamento.

E, noutro caso. Você, na época, vamos supor, sequer sabia do tal golpe militar, nem sabia das torturas que eram realizadas no DOPS e no DOI-CODI. Então um dia você viaja com um grupo de amigos, a férias ou a serviço. Digamos que tenha sido para Recife, por exemplo. Ao passear pela cidade, ficam deslumbrados com a beleza de uma de suas belas praças, e começam a tirar fotos, sem sequer saber que lá no fundo da praça, a uns 50 ou 100 metros, havia um quartel.

Sabe o que teria ocorrido?

Você e seus amigos seriam presos e torturados até confessarem que eram espiões da Resistência e que estavam fazendo um levantamento sobre as linhas de defesa do quartel. E iriam para o chamado "pau-de-arara" e depois para uma sessão de choques elétricos. Você confessaria? Ou não?

E se a viagem tivesse sido a serviço de algum órgão oficial, por exemplo, o seu chefe de departamento ia lá e libertava você e os outros funcionários, sem necessidade nem de advogado.

Agora pense! E se fosse uma viagem de férias? Chapolim talvez os fosse socorrer?

by Lustato Tenterrara
http://bit.ly/nossosite
Amor & Poesias Messenger Love & Passion

Alguns Blogs
http://forumjudicial.blogspot.com/

http://sidewikiconhecer.blogspot.com/

http://coisasquedevemossaber.blogspot.com/

http://sidewikinoticias.blogspot.com/

http://sidewikinews.blogspot.com/

http://sidewikisociologia.blogspot.com/

http://sidewikidireito.blogspot.com/

http://arquivodascoisasqueeusei.blogspot.com/

http://ka-entre-nos.blogspot.com/

http://sidewikiadvogados.blogspot.com/

http://departamentodepoliciafederal.blogspot.com/

http://pequenascoisasqueeusei.blogspot.com/

http://brasilpoesias.blogspot.com/

Sidewiki by Lustato Tenterrara

referente a:

"Escrito por ajosan"
- A ingratidão de Lula - Simplicíssimo (ver no Google Sidewiki)

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Randy Quaid and Your Wife: Victims of The United States of America, organized as a "Police State of Law"

Lustato Tenterrara - 02/11/2010
Escritor, advogado, jurisfilósofo, Escritório de Advocacia Dr. Luiz Carlos Carvalho de Melo

The United States of America is a country whose state is organized as a "Police State of Law", which is very different from "a democratic state", as is the case in Brazil. It's a shame so much police brutality. The Brazil was well in time of military dictatorship.
Looking forward, eager that this great nation, The Canada, mounted on his exemplary tradition of justice, uphold the couple Quaid, and not let them beat the "abuse of law" that the victims are being Randy Quaid and your wife.
It is our prayer.
Because of Justice and The International Law.
It is our Legal Opinion.
Dr. Luiz Carlos Carvalho de Melo (Lustato Tenterrara)
Lawyer - OAB-PI 4847
Writer - UBE-PI 343/1999

Amor & Poesias Messenger Love & Passion of Lustato Tenterrara
http://www.lustatotenterrara.com

Brasil Poesias Músicas Prosa Verso Poemas e Relacionamentos - NET
http://BrasilPoesias.ning.com

Crimes Sexuais Blogspot
http://crimessexuais.blogspot.com

Sidewiki Crimes
http://SidewikiCrimes.blogspot.com

Sidewiki Movies
http://SidewikiMovies.blogspot.com

Coisas Que Devemos Saber
http://CoisasQueDevemosSaber.blogspot.com

Ká Entre Nós
http://ka-entre-nos.blogspot.com